A radiação do Wi-fi provoca 47,7% de abortos involuntários

Captura de ecrã 2016-05-20, às 21.02.36.png

O segmento da população de maior risco por exposição a este tipo de radiação são as mulheres e as crianças, afetando especialmente as grávidas durante a sétima semana de gestação.

Um consultor da Organização Mundial de Saúde, John Goldsmith demonstrou que a exposição a radiação de microondas wi-fi converteu-se na principal causa de abortos involuntários. Um total de 47,7% dos casos, durante a sétima semana de gravidez são provocados por tais ondas.O nível de radiação estima-se que seja em torno dos cinco microwatts, um nível bastante baixo se tivermos em conta que a maior parte dos estudantes e crianças recebem uma radiação mais alta numa aula equipada com wi-fi.

Os dados são mais alarmantes se tivermos em conta que segundo Goldsmith, a absorção das microondas nas crianças pode ser dez vezes maior à dos adultos. O tecido cerebral e a medula óssea têm um conteúdo diferente em termos de água, o que origina um stress que pode causar danos irreversíveis no ADN mitocondrial.

Segundo Barrie Tower as microondas de Wi-fi podem afetar também a Barreira hematoencefálica, o cérebro, o sistema imunológico e os ossos.

O Comité Nacional Russo assegura num relatório sobre as proteções contra as radiações que entre as crianças expostas, aumentam cerca de 85% as doenças do sistema nervoso central, e 83% as doenças imunes e de risco para o feto.”

Fonte: Adaptado de noticia de “La Gaceta”http://gaceta.es/noticias/radiacion-wi-fi-provoca-477-los-abortos-involuntarios-09062014-1250

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s