Campos eletromagnéticos e a relação causa-efeito com a doença de alzheimer

14102623_544810592372856_6543767781570057133_n.png

CAMPOS ELETROMAGNÉTICOS E A RELAÇÃO CAUSA-EFEITO COM A DOENÇA DE ALZHEIMER, EM PARTICULAR, EM PESSOAS ELETROSSENSIVEÍS

O Dr. Dominique Belpomme, presidente da “Association for Research on Treatment Against Cancer” (ARTAC), bem como fundador do “The European Cancer and Environment Researh Institute” (ECERI) afirmou e fundamentou, numa entrevista à Radio Canadá, que a eletrossensibilidade é um estado de pré-Alzheimer.Segundo este prestigiado professor de oncologia na Universidade Paris-Descartes (Paris V) e impulsionador de um novo paradigma científico que envolve o ambiente na génese do cancro, 80-90% dos cancros estão, hoje em dia, relacionados com o ambiente em que vivemos. Cinco séculos antes de cristo o cancro era uma doença desconhecida; contudo na atualidade, esta doença, tornou-se num flagelo social de proporções gigantescas. Refira-se que o cancro á semelhança da obesidade e da diabetes explodiu… a questão que se coloca é….quais as razões? A resposta é muito simples: estilo de vida e fatores de ordem ambiental como a poluição química e eletromagnética. Tal é reconhecido pela OMS…

Na verdade, a exposição (a campos eletromagnéticos) é ainda mais crítica para as pessoas eletrossensíveis (sensibilidade às ondas eletromagnéticas), indicando Belpomme que neste tipo de pessoas o risco de se ser afetado pela doença de Alzheimer é muito maior.

Como Dominique Belpomme refere alguns dos maiores cientistas mundiais, independentes, todos concordam que existe uma relação causal entre a propagação das tecnologias sem fios e o aparecimento de certos tipos de cancro e o aumento do risco de Alzheimer em pessoas eletrossensíveis.

graph2

A partir do gráfico apresentado acima, é possível verificar que o primeiro incremento da doença de alzheimer (nos EUA) corresponde ao período de 1920-1980, período esse que está associado à introdução de aparelhos/equipamentos como o rádio, o radar, a televisão, o computador e outros aparelhos eletrónicos. O segundo incremento está associado ao período que vai de 1980 até aos nossos dias, o qual corresponde à introdução na sociedade dos telefones móveis, do wi-fi, do wimax, dos computadores portáteis com ligações sem fios, dos ipads, etc. Neste sentido é necessária mais investigação e educação das sociedades sobre os riscos associados à contaminação eletromagnética, para uma utilização regrada e consciente deste tipo de tecnologias.

FONTE: http://electromagnetichealth.org/electromagnetic-health-blog/electrosensitivity-a-pre-alzheimers-state/

http://ici.radio-canada.ca/emissions/lib_radio/v3.2/incpages/pop_indexeur.asp?idMedia=7098966&appCode=medianet&time=2055&json={%22idEmission%22:%223471435%22,%22Date%22:%222014/06/06%22,%22numeroEmission%22:%223507%22,%22urllabase%22:%22/emissions/medium_large/2013-2014%22}

http://mieuxprevenir.blogspot.pt/2014/06/interview-with-dr-dominique-belpomme-by.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s