2

Relação causal entre a poluição do ar e a doença de alzheimer

185463297.jpg

POLUIÇÃO DO AR AFETA O CÉREBRO E PODE CONTRIBUIR PARA A DOENÇA DE ALZHEIMER

Pela primeira vez, uma investigação encontra nanopartículas de poluentes em tecido cerebral

A má qualidade do ar já foi associada a uma maior incidência de problemas cardiovasculares e respiratórios, mas um novo estudo indica que ela também pode estar relacionada ao desenvolvimento de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer. Continuar a ler

0

Estudo inglês afirma que a vida moderna está a matar os nossos filhos – taxa de cancro sobe 40% nos últimos 16 anos

Kids-playing-on-digital-tablet-device.jpgTAXA DE CANCRO, NO REINO UNIDO, NOS JOVENS SOBE 40% NOS ÚLTIMOS 16 ANOS

Muitas das conclusões apontadas neste estudo vão ao encontro do que a “Habitat Saudável®” defende como necessário para ter uma vida saudável e plena. Neste sentido muitas das causas apontadas para tal problemática estão associadas a fatores de ordem ambiental tidos em conta nos projetos de arquitetura e consultorias a espaços edificados que a Habitat Saudável desenvolve.

De acordo com um estudo realizado em Inglaterra e publicado no prestigiado jornal “The Telegraph” a vida moderna está a matar as nossas crianças, com o número de jovens com diagnóstico de cancro a subir 40% nos últimos 16 anos por causa de fatores variados tais como a poluição do ar, as radiações, os campos eletromagnéticos, as dietas alimentares pobres, etc. Continuar a ler

0

O impacto dos edifícios no desempenho cognitivo

Captura de ecrã 2016-09-3, às 13.36.50.png

ESTUDO DEMONSTRA O IMPACTO QUE A QUALIDADE DO AR INTERIOR, EM ESCRITÓRIOS, TEM NO DESEMPENHO CEREBRAL/COGNITIVO

O ambiente interior em que trabalhamos diariamente, durante vários anos, desempenha um papel critico na nossa saúde e bem-estar. Na verdade, gastamos cerca de 90% do nosso tempo “enclausurados” dentro de quatro paredes sendo que os ambientes fechados podem influenciar, dependendo das condições que apresentam, positiva ou negativamente a saúde dos seus utilizadores.

Na verdade a qualidade do ar interior, bem como os elevados padrões energético-ambientais dos edifícios, ambientes sãos e em equilíbrio com a natureza são alguns dos pilares do nosso bem-estar habitacional e que a Habitat Saudável® defende nos seus projetos com vista à melhoria da saúde e bem-estar dos seus utilizadores.

Continuar a ler

Vídeo
0

A importância das plantas na qualidade do ar interior

O investigador Kamal Meattle demonstra, neste vídeo, como uma simples combinação de três plantas comuns, usadas em pontos específicos de uma casa ou escritório, podem originar ar mensuravelmente mais puro em ambientes interiores.

Na verdade as plantas são mais que um mero elemento decorativo de nossas casas; mais do que isso, as plantas podem ajudar-nos na nossa sua saúde, filtrando as inúmeras “partículas” perigosas que flutuam no ar (pó, compostos orgânicos voláteis, monóxido de carbono, etc.) provenientes de diversas fontes tais como carpetes, mobiliário, pinturas, materiais sintéticos, fumo de tabaco, etc.

SAIBA MAIS EM:

http://www.habitatsaudavel.com

0

Qualidade do ar de nossas casas em risco…

256-1

ALERTA VERMELHO para quem usa e abusa da utilização de incensos.

Um novo estudo descobriu que a fumaça do incenso pode ser mais mutagénica, genotóxica e citotóxica que a fumaça do cigarro.
Tal significa que o incenso apresenta propriedades químicas que podem mudar o material genético, tal como o DNA em células e, portanto, causar mutações.
Continuar a ler

0

7 de Novembro: Dia Europeu do Radão

Captura de ecrã 2015-11-7, às 13.38.46

Hoje, 7 de Novembro, comemora-se o dia europeu do radão. Trata-se de uma iniciativa da “Associação Europeia do Radão (ERA)” que tem como objetivo a consciencialização para os problemas inerentes à exposição ao gás radão. E nada melhor que aproveitar a data de aniversário de Marie Curie pioneira na investigação da radioatividade.

ESTEJA ALERTA E NÃO HESITE EM CONTACTAR-NOS PARA O AJUDAR A MELHORAR/RESOLVER ESTE PROBLEMA NA SUA HABITAÇÃO Continuar a ler

0

Situação preocupante…

 

ng4735052

ESTEJA ALERTA E NÃO HESITE EM CONTACTAR-NOS PARA O AJUDAR A MELHORAR A QUALIDADE DO AR DA SUA HABITAÇÃO

“RADÃO, CO2 E PARTÍCULAS FINAS DETETADAS EM ESCOLAS DO PORTO E BRAGANÇA

Asma, falta de atenção e, potencialmente, cancro. Um estudo da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto detetou encontrou mais de 50 escolas com agentes que podem ser perigosos para as crianças.

O resultado do estudo é claro. Em 65% das salas das escolas e creches de Bragança há mais radão do que a lei permite. Já quanto a um nível excessivo de partículas finas, este foi detetado em 84% das 58 salas do Porto e de Bragança que foram alvo do estudo. Continuar a ler